26.2 C
Tocantins
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -

Governador Wanderlei Barbosa destaca cadeias de pescado e do mel como prioridades durante reunião com ministro da Integração Regional, Waldez Góes

- Publicidade -spot_img

O governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, recebeu na tarde desta segunda-feira, 6, o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), Waldez Góes. A reunião teve como objetivo apresentar o plano de ação e as medidas que serão colocadas em prática pelo MIDR. Além do ministro, estiveram presentes a secretária nacional de Política e Desenvolvimento Regional e Territorial, Adriana Melo, e o secretário Nacional de Fundos e Instrumentos Financeiros, Eduardo Tavares, secretários de Estado, representantes da bancada tocantinense no Congresso Nacional.

O Ministério é responsável pelas políticas voltadas para assegurar o desenvolvimento das regiões brasileiras, prover a gestão dos recursos hídricos, a infraestrutura e a garantia da segurança hídrica no território nacional, além de implantar e gerir projetos de irrigação e garantir a proteção e defesa civil da população, com atuação na gestão de riscos e desastres. O ministro fez uma apresentação das metas e competências da pasta, bem como da estrutura do MIDR, que segundo disse, se divide em Secretaria – Executiva (SE), Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), Secretaria Nacional de Segurança Hídrica (SNSH), Secretaria Nacional de Políticas de Desenvolvimento Regional e Territorial (SDR) e Secretaria Nacional de Fundos e Instrumentos Financeiros (SNFI).

O ministro Waldez Góez disse que está à disposição do Governo do Tocantins e que o Estado tem vocações reconhecidas, no entanto ainda carentes de uma política nacional integrada com o Estado para verticalizar. “O ministério do Desenvolvimento Regional está se unindo à bancada federal e ao Governo do Tocantins para a gente estruturar essas cadeias produtivas de maneira que possam ganhar força interna, quanto nacional. Temos secretarias que trabalham fortemente esses projetos, que me parece que interessam bastante ao Tocantins, a exemplo da cadeia do mel, do pescado e outras cadeias produtivas que possam ser estruturadas nessa visão de desenvolvimento regional”, frisou o Ministro, lembrando que mesmo as demandas que não sejam de competência da sua pasta são de interesse do Governo Federal e cabe a MIDR encaminhá-las às demais pastas.

O governador Wanderlei Barbosa disse que a reunião foi importante e fortalece a parceria já estabelecida com o Governo Federal, por meio da reunião com o presidente Lula, quando ele deixou claro que os estados poderiam priorizar projetos para serem viabilizados. “Temos pautas importantes a serem discutidas, que são importantes para o Tocantins e hoje o ministro abordou a questão das cadeias produtivas. Temos uma população simples, que precisa de oportunidades, como as colônias de pescadores, os pequenos produtores de mel e outros derivados, onde podemos trabalhar juntos. O ministro deixou muito claro aqui, que eles vão nos ajudar nisso. Portanto, temos uma bancada de congressistas  atuante que vai trabalhar junto com as nossas secretarias para que possamos fazer essas vertentes funcionarem de fato no Tocantins.

O Governador disse ainda que o Tocantins precisa do Governo Federal e essa reunião foi importante para estreitar as parcerias e melhorar a vida das pessoas. “Precisamos dessa sintonia e desse apoio do Governo Federal e aquilo que o Ministério puder nos ajudar, estaremos com os projetos prontos para ajudar a fomentar a nossa economia, portanto, ficamos muito felizes em receber o ministro Waldez e a sua equipe”, disse.

Demandas

Na oportunidade o governador Wanderlei Barbosa apresentou vários ofícios reforçando o pedido já encaminhado ao presidente Lula, na ocasião da sua primeira reunião com governadores de todo o País. Um dos projetos diz respeito à ponte que liga Filadélfia a Carolina, no estado do Maranhão, que constitui um corredor de integração e de escoamento da produção. Outra pauta defendida pelo governador Wanderlei Barbosa diz respeito à federalização da TO-335, que liga o Pará ao Tocantins, no município de Couto Magalhães, passando por Colinas do Tocantins, até a cidade de Palmeirante.

Também prevê a pavimentação do trecho da rodovia TO- 110, entre os municípios de São Feliz do Tocantins e Mateiros, que liga os principais roteiros turísticos do Jalapão, a construção da ponte sobre o Rio Araguaia, ligando os municípios de Caseara e Santana do Araguaia, no Pará, e a disponibilidade de recursos para redução do déficit  habitacional no Estado.  Durante a reunião, o governador Wanderlei Barbosa também abordou a importância da construção da rodovia BR- 235, que permite a ligação dos estados do Pará, Tocantins e Sergipe.

Por sua vez, o vice governador Laurez Moreira, destacou a importância da parceria com o Governo Federal para viabilizar o desenvolvimento do Estado. “ Uma grande alegria para nós e para o Tocantins poder contar com essa parceria do Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional e Desenvolvimento Regional.  Tivemos uma reunião muito importante, o nosso governador Wanderlei Barbosa apresentou  ao ministro Waldez Góes pautas que precisam ser implementadas para o crescimento do nosso Tocantins e para a melhoria da vida da comunidade tocantinense. Com certeza, esse é o início de um trabalho que trará muitos benefícios para o nosso Estado.

Presenças

A reunião contou ainda com as presenças do presidente da Assembleia Legisaltiva, Amélio Caires; do superintendente regional do Banco da Amazônia, Marivaldo Melo; deputados estaduais; secretários de Estado e outros auxiliares do Governo.

- Publicidade -spot_img

Mais lidas
MAIS LIDAS