26.2 C
Tocantins
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -

Saúde de Palmas realiza dia D contra mosquito Aedes aegypti na Arso 43

- Publicidade -spot_img
Mutirão de conscientização e combate acontece no sábado, 27

Com o aumento da incidência de casos e período endêmico para as arboviroses, a Secretaria Municipal da Saúde (Semus) realiza neste sábado, 27, a partir das 8 horas, o dia D contra o mosquito na Arso 43 (407 Sul). O mutirão visa conscientizar a comunidade sobre o combate ao Aedes aegypti durante vistorias domiciliares e auxílio da limpeza de quintais, áreas verdes e lotes baldios. Será uma ação em conjunto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp) e Fundação de Meio Ambiente (FMA).

De acordo com a coordenadora de Controle Vetorial da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses (UVCZ), Lara Betânia Araújo, esse dia D faz parte das ações estratégicas traçadas pela equipe para diminuir os casos de dengue, zika e chikungunya no município. “A principal forma de prevenção da doença é com a eliminação dos criadouros do Aedes, então estamos fazendo vários mutirões com os agentes comunitários de endemias para fazer esse trabalho de educação da população para que tenham mais atenção a locais que são suscetíveis para proliferação do mosquito”, destaca.

Além deste sábado, 27, a gestão planeja realizar outros dias Ds em quadras distintas com base nas informações coletadas no último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (Liraa), realizado no final do ano passado. “O levantamento apontou um índice de 3,4% no município, isso indica que a Capital possui médio risco de transmissão das arboviroses. Entretanto, foi analisado que boa parte dos criadouros podem ser removidos pelo próprio morador e é por isso que vamos intensificar isso durante as ações”.

 

Principais locais para criadouros

O Liraa apontou ainda que os maiores locais de criadouros do mosquito são em depósitos móveis como garrafas retornáveis, bebedouros de animais, entre outros. Também foram encontrados grandes focos em objetos passíveis de remoção como garrafas pets, latas, sucatas. Ou seja, são criadouros que podem ser eliminados pelos moradores com o acondicionamento ou destinação correta para o serviço de coleta de resíduos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais lidas
MAIS LIDAS