26.2 C
Tocantins
sexta-feira, abril 12, 2024
- Publicidade -

TCU vai disputar vaga em conselho de auditores da ONU

- Publicidade -spot_img

O Tribunal de Contas da União (TCU) está pleiteando uma vaga na Junta de Auditores da Organização das Nações Unidas (ONU) e, de acordo com as expectativas, há grandes chances de que essa solicitação seja aceita. A função do Board of Auditors é realizar auditorias externas nas finanças do órgão internacional, bem como de seus fundos, missões de paz e programas. A eleição está prevista para ocorrer em novembro deste ano, durante a 78ª sessão da Assembleia-Geral da ONU, em Nova York. O conselho é composto por três membros, cada um com mandato de seis anos, que não pode ser renovado. Atualmente, a vaga está ocupada pelo Chile, que apoia a candidatura brasileira. Se o TCU for eleito, o presidente do tribunal, ministro Bruno Dantas, se juntará aos representantes da China e da França.

Para ser selecionado para a vaga nos Estados Unidos, o Tribunal de Contas da União está empenhado em destacar seu extenso histórico de cooperação, parcerias e atividades internacionais, como é o caso da Organização Internacional das Entidades Fiscalizadoras Superiores (Intosai), que é presidida pelo TCU. Na Intosai, o tribunal lidera a ação Climate Scanner, que tem como objetivo possibilitar uma rápida avaliação do estágio de implementação de ações locais relacionadas às mudanças climáticas pelas instituições superiores de controle.

O TCU também irá apresentar outras parcerias, como trabalhos conjuntos com o Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). A intenção é mostrar aos membros da ONU as diversas atuações do tribunal ao longo de seus 130 anos de existência.

Para garantir que possa desempenhar a função de forma satisfatória, o Tribunal de Contas da União tem se preparado para a candidatura. Entre as atividades preparatórias estão o fortalecimento da capacidade institucional para realizar auditorias financeiras integradas com conformidade, a criação de uma unidade de auditoria especializada e a alocação de novos auditores na unidade. Além disso, foram oferecidos cursos para obtenção de diploma em Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, por meio de um curso realizado pelo The Chartered Institut of Public Finance and Accountancy (CIPFA), entidade profissional internacional de contabilidade. O TCU também aderiu ao programa Professional Education for SAI Auditores conduzido pela Intosai Develpment Initiative (IDI), nas modalidades de auditoria financeira, de conformidade e operacional. Por fim, foram realizados intercâmbios com outras instituições superiores de controle com larga experiência em auditoria de organismos internacionais, especialmente nos fundos e programas da ONU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais lidas
MAIS LIDAS